A implementação de Centros de Serviços Compartilhados (CSC) tem sido o foco de muitas empresas nas últimas décadas. Este tipo de estratégia pode levar a organização a reduzir custos e melhorar a qualidade dos serviços prestados. O objetivo central de um modelo de organização e operação que concentra diversas funções de uma unidade semi autônoma é padronizar os procedimentos para melhorar os serviços e, consequentemente, aumentar o desempenho e a produtividade da organização.

Na prática, tudo aquilo que não for o core business da empresa é tratado pelo Centro de Serviços Compartilhado, por exemplo, compras corporativas, processos financeiros ou gestão de RH. Mas grande parte do sucesso na implementação de um CSC está na escolha de um sistema de organização e padronização. Conheça a seguir quais as vantagens de um software de Centro de Serviços Compartilhados na nuvem e o que significa adotar um modelo SaaS. Acompanhe!

A importância de adotar um software adequado para um Centro de Serviços Compartilhados

O uso de SaaS (Software as a Service) e de Cloud Computing tem sido cada vez mais comum entre as empresas para a automação dos processos do negócio.  De forma simplificada, SaaS é um software que não é instalado na infraestrutura do cliente, mas disponibilizado em nuvem e pago  conforme o uso que a empresa faz (quantidade de tempo, pessoas com acesso ou algum outro critério definido no contrato do fornecedor do serviço).

A implementação de um Centro de Serviços Compartilhados pode levar a empresa a ter uma maior eficiência produtiva, com custos mais baixos. A construção de uma base tecnológica sólida que possa uniformizar e automatizar os sistemas de informação e alinhar os processos deve ser encarada como um dos maiores esforços de gestão.

Ao modernizar a arquitetura dos processos utilizando um modelo SaaS cada perfil de usuário poderá se beneficiar, como:

  • Gestores:  análise de indicadores de desempenho, metas e estatística do negócio, definição de cronograma de trabalho, integração com outros sistemas, flexibilidade para atender novas demandas;
  • Usuário: interfaces específicas para cada tipo de solicitação que podem ser acessadas através de dispositivos móveis, o que possibilita utilizar as diversas funcionalidades para diversos tipos de serviços, além disso conta com acesso remoto e disponibilização de informações em tempo real;
  • Equipe de atendimento: controle de custo e tempo de atendimento, controle de acesso, fluxo de aprovação, organização e priorização das solicitação em filas.

As vantagens de um software de CSC em nuvem

Os Serviços Compartilhados baseados em nuvem elimina a necessidade de instalação de programas em computadores específicos, reduzindo custos de infraestrutura, facilitando o acesso através da flexibilidade ao utilizar dispositivos móveis e a simplificação na atualização e upgrades.

Entre algumas vantagens se destacam:

Maior flexibilidade

O modelo SaaS proporciona maior flexibilidade interna. Um sistema em nuvem oferece aos clientes um maior envolvimento com a organização, uma vez que podem utilizar o sistema em qualquer lugar e em qualquer hora — desde que esteja conectado a internet;

Funcionários mais motivados

Serviços em nuvem podem oferecer aos colaboradores rotinas de trabalhos mais flexíveis — o que acaba sendo um poderoso incentivo para recrutar e reter bons funcionários. Além disso, o gestor pode ampliar ou diminuir suas operações de funcionamento de acordo com as demandas de trabalho, reduzindo custos e otimizando recursos que muitas vezes são gastos desnecessariamente;

Identificação de desperdícios

Com a identificação das etapas de processos desnecessárias é possível traçar uma estratégia para simplificar ou mesmo alterar uma determinada fase. Podendo até mesmo eliminá-la caso realmente seja diagnosticado como desnecessário;

Redução de custos, melhor aproveitamento e maior eficiência

Através da automatização e revisão dos processos é possível detectar pontos desnecessários de forma rápida e eficiente, fazendo com que os colaboradores tenham um melhor aproveitamento das jornadas de trabalho. Isso diminui o tempo de produção, o que aumenta a disponibilidade de fazer uma maior quantidade de tarefas diárias. Além disso, com a melhoria nos fluxos de trabalho a redução dos custos é visivelmente alcançada.

Gostou do post sobre os Centro de Serviços Compartilhados? Não deixe de ler o nosso artigo: KPI e CRM On-line: conheça essa combinação incrivelmente eficaz.