Desde 2010, com o lançamento do Microsoft Azure e do Office 365, em 2011, a Microsoft vem mostrando um movimento ainda maior para se posicionar como uma companhia fundamental para o sucesso das empresas por meio de seus produtos. Isso parece ter se intensificado após o ingresso do indiano Satya Nadella como CEO da gigante de softwares, que passou a apostar mais em suas soluções para o mercado corporativo com inovação e ferramentas alinhadas às novas tendências tecnológicas, a fim de tornar seus clientes mais estratégicos no universo digital.

O lançamento do Windows 10, em 2015, reforça esta teoria e a compra da rede social Linkedin, em junho de 2016, comprova que a companhia sempre se manteve na briga entre as gigantes, porém, mais do que nunca, está atenta às necessidades dos líderes de negócios e investe em uma estratégia que vai muito além da criação de softwares bastante eficientes e com usabilidade amigável.

Reconhecimento do mercado

Como um dos resultados desta trajetória, em 2016 e pela terceira vez consecutiva, a Microsoft foi considerada líder em estratégia de nuvem corporativa no Quadrante Mágico do Gartner, uma das avaliações mais respeitadas do mercado mundial de tecnologia. Neste ano, o Microsoft Azure foi considerado líder isolado em praticamente todos os quadrantes (requisitos) do relatório, que envolvem: gerenciamento do ciclo de vida de desenvolvimento do aplicativo; business intelligence e plataformas de análise; soluções de data warehouse e de gerenciamento de dados para análise; DRaaS (recuperação de desastre como serviço); gerenciamento de conteúdo empresarial; IDaaS (identidade como serviço); software social no espaço de trabalho; webconferência e infraestrutura de virtualização do servidor X86.

Ainda no mesmo relatório, a companhia também foi classificada como líder em PaaS (Plataforma como Serviço), graças ao seu trabalho voltado para nuvem baseada em plataformas. De acordo com o IDC, o PaaS deve crescer em ritmo mais acelerado do que o IaaS (Infraestrutura como Serviço) e o SaaS (Software como Serviço) – grande aposta da maioria das fabricantes de software – com cinco anos de CAGR (Compound Annual Growth Rate – Taxa Composta de Crescimento Anual) de 30,5%. O instituto aponta que o PaaS é importante devido à necessidade de foco das empresas no rápido desenvolvimento de aplicativos, inclusive móveis, usando abordagem DevOps.

Neste mesmo ano, a Microsoft também foi reconhecida pela Forrester como líder em soluções de big data Hadoop na nuvem com o Microsoft Azure. O Apache Hadoop é uma tecnologia que permite insights a partir de dados de qualquer forma, velocidade ou tamanho, possibilitando que empresas que atuam diretamente com o público melhorem seu desempenho no atendimento a clientes, conectando-se com mais eficiência às necessidades de seus usuários.

Além do reconhecimento, a posição agressiva da Microsoft no mercado denota o seu interesse em entender as necessidades do consumidor moderno e adequar suas estratégias e produtos para satisfazê-las com a mesma eficácia e usabilidade já conhecidas do grande público. Aliada a isso, a aposta no mercado corporativo revela o alto potencial da companhia para promover a verdadeira transformação digital nos negócios, tornando-se essencial para o sucesso de seus clientes.