A vencedora do Prêmio Empresa Mais Digital 2015 na categoria Médio Porte foi a Inove, consultoria de tecnologia da informação. Para Alexandre Marques, diretor de marketing da organização, “participar da premiação permitiu uma análise critica para saber se estamos no caminho certo”.

A companhia tem 185 funcionários divididos entre a matriz, em São Paulo, e Curitiba, onde atendem cerca de cem clientes por ano. Ela adotou a plataforma da Microsoft e oferece serviços empresariais de gestão de projeto de TI, implantação de ERP, CRM, Office 365, SharePoint, Microsoft Azure e Yammer, além de “cloud computing” e negócios em nuvem. Com oito anos de atividade no mercado, o grupo se compromete a utilizar tudo o que comercializa de tecnologia e inovação antes de apresentar aos clientes. Além disso, toda a entrega realizada para eles é 100% digital.

“Estamos trabalhando internamente para realizar encontros online que mobilizem os clientes para uma transformação digital. Nas apresentações de produtos, por exemplo, temos usado o recurso de reuniões online, com a mesma a qualidade de voz da presença. Muitas vezes as pessoas confundem o digital com robotizado. Mas nós entendemos que isso nos permite economizar tempo, estreitar distâncias, e nos tornar mais humano, pois aquilo que gastaríamos em ineficiência, se traduz em mais tempo para conversar, explicar e ouvir. Isso é digital para nós”, explica Marques.

Para promover o uso do Yammer, rede social corporativa adotada pela empresa para facilitar a troca de arquivos, ideias e sugestões de melhorias, há uma política para reduzir o número de envio de e-mails na companhia. A medida tem funcionado. “Antes, eu recebia uma média de cem e-mails por dia. Hoje recebo entre dez e 15 e passo apenas uma hora no computador. Todo o resto do trabalho realizo pelo smartphone, onde também tenho acesso ao Yammer”, conta o diretor de marketing.

O grupo automatizou parte do processo de vendas e criou um portal de relacionamento fechado para todos os clientes trocarem experiências entre eles. “O portal está em fase implementação, mas foi planejado justamente para observarmos a forma de acesso dos clientes, a fim de saber o que podemos oferecer de diferente para eles”, explica Carlos Henrique Mota, diretor de operações da Inovelive. No entanto, muitas empresas ainda não aderiram ao novo modelo.

Com a solução de nuvem, o diretor de marketing acredita que haverá uma nova transformação na empresa. “A gente lutou muito para ter cem clientes no sexto ou sétimo ano. Acredito que agora a escala vai ser em milhares”, aposta Marques.