Equilíbrio entre tecnologia e negócios. Esse deve ser o foco para que a implementação de um ERP seja bem-sucedida e de fato traga bons resultados para a empresa. Muito se fala sobre esses dois assuntos separadamente. No entanto, não se pode aplicar as estratégias de negócio se o ERP não estiver em pleno funcionamento e, ao mesmo tempo, de nada adianta ter um ERP perfeitamente implementado sem ter uma estratégia de negócios com foco no máximo de aproveitamento desta ferramenta. Mas como fazer uma implementação com foco em negócios? Veja cinco dicas para implantar um ERP com foco em negócios:

1. Atenda às necessidades da empresa de primeira!

Alguns clientes acreditam que quanto mais rápida a implementação, melhor será o custo-benefício do projeto. Reduzir o tempo e o dinheiro investido no projeto sem considerar as implicações e custos a longo-prazo, gera um impacto direto no aproveitamento da ferramenta e nos resultados da empresa. Para evitar que isso aconteça, encontre um equilíbrio entre os custos agregados ao tempo de implementação e os benefícios de um projeto que atende todas as necessidades da sua empresa.

2. Comece com a definição dos novos processos da empresa.

Muitas empresas deixam de lado os processos antigos e procuram olhar para o novo ERP para definir os seus novos processos. Contudo, ao se prenderem nas funcionalidades básicas do novo sistema de ERP, caem na armadilha de automatizar os mesmos processos antigos e ineficientes. Faça o caminho contrário! Defina exatamente como os processos devem funcionar e como eles serão mais competitivos para a sua empresa. Dessa forma, o software deverá operar de acordo com o funcionamento do seu negócio.

3. Prepare a sua equipe para o novo ERP

A gestão de mudança organizacional envolve muito mais do que apenas o treinamento do usuário-final. O seu projeto pode ser prejudicado e não atingir os objetivos desejados se a sua empresa não fizer um trabalho de gestão de mudança organizacional. Mesmo sendo importante treinar o usuário-final, existem outros fatores igualmente importantes para garantir que os seus colaboradores se adaptem ao novo sistema e entreguem os resultados esperados ao seu negócio. Para chegar a esse nível de sucesso, é necessário avaliar o preparo da organização, analisar qual será impacto dessa mudança, incentivar discussões sobre mudança, fazer um plano de comunicação interna e uma variedade de outras atividades com foco nos colaboradores com a intenção de prepará-los para a transição.

4. Faça testes de usabilidade!

Testes com foco no dia a dia do usuário são tão importantes quanto os de estabilidade técnica. Fazer com que as configurações técnicas, customizações e integrações funcionem corretamente, já é um grande desafio. No entanto, um produto tecnicamente estável pode não atender as demandas diárias do seu negócio. Por isso, é essencial escolher uma equipe que faça testes de usabilidade baseados nos processos definidos pela a sua empresa. Assim, sua empresa poderá avaliar se os processos definidos de fato são os melhores e quais adaptações devem ser feitas no software para proporcionar a melhor experiência de usuário aos seus colaboradores.

5. Mantenha o foco em resultados tangíveis!

Concentre os seus esforços, estabeleça metas e faça o seu planejamento com foco em resultados mensuráveis. Essa é a melhor maneira definir os seus objetivos e saber se você já os atingiu. Não tenha medo de adaptar o sistema ou os seus processos, caso a sua empresa ainda não tenha chego ao nível de aproveitamento desejado.

O objetivo principal de uma implementação de ERP é melhorar as operações da empresa e, com isso, contribuir com os seus resultados. Por isso, é muito importante ter equilíbrio entre a qualidade tecnológica e a estratégia de negócios nesse tipo de projeto. Esses dois fatores devem estar alinhados, para que o projeto possa gerar o máximo de aproveitamento para a empresa.

Você sabia que o Microsoft Dynamics AX é um ERP adaptável a diversas estratégias de negócio?

O Dynamics AX é um ERP de rápida implementação e adaptável a diversos modelos de negócio. Com uma boa empresa de consultoria, a implementação do sistema é sólida tecnologicamente e bem alinhada às necessidades da empresa. Que tal conhecer mais sobre o Dynamics AX? Anteriormente, vimos como ele é um ERP simples e agora vale a pena conferir porque ele é um ERP robusto.

Você já havia pensado em utilizar a tecnologia com foco em negócios? Conte para a gente o que você achou desse conceito!