SaaS é a abreviação do termo inglês “Software as a Service”, ou Software como Serviço, em português. Esse conceito é relativamente novo no mercado brasileiro, entretanto, se você deseja agregar valores de competitividade e liderança em sua empresa, essa tendência não pode ficar de lado.

Pensando na importância desse assunto, preparamos esse artigo sobre os principais aspectos do crescimento das soluções de SaaS nas empresas. Acompanhe!

SaaS x Softwares tradicionais

Antes de começar com a parte prática, vamos entender a diferença entre uma aplicação tradicional e um SaaS. Para esclarecer essa questão, podemos traçar uma comparação simples. No caso do software tradicional, você adquire, na verdade, um produto que será utilizado em seu sistema operacional. Um exemplo bem comum é o Pacote Office, que disponibiliza o Word, Excel e PowerPoint.

Já nos SaaS, podemos citar outra aplicação da Microsoft, o Azure. Trata-se de uma plataforma de nuvem que oferece diversas soluções, como infraestrutura terceirizada, máquinas virtuais, gestão de dados e muitas outras funções.

Devido à flexibilidade dos SaaS, este modelo foi rapidamente aceito pelo mercado — inclusive para reduzir custos na empresa. Não há dúvidas de que contratar um software como esse pode potencializar sua atividade, como mostraremos nos tópicos seguintes.

Crescimento dos SaaS

A análise desse mercado é extremamente interessante nos dias de hoje. Nesse contexto, recorremos às pesquisas da empresa americana Gartner Inc. Os dados apontam que, nos últimos três anos, cerca de 71% das organizações em todo o mundo começaram a utilizar SaaS para reduzir custos e ampliar a produtividade em seus negócios.

O Brasil não ficou de fora dessa tendência — os índices mostram que o mercado nacional se apresentou como um dos principais colocados no ranking crescimento de novos usuários. A explicação de tais números é evidente — simplesmente, o investimento aproxima resultados de qualidade.

Vantagens de usar um SaaS

No SaaS, o usuário não paga pelo próprio software. Em vez disso, tudo funciona no modelo “pay per use”. Em outras palavras, você terá a flexibilidade em custear apenas aquilo que sua empresa consome no mês — algo essencial para otimizar o orçamento.

Além disso, cada SaaS oferece uma solução personalizada e capaz de atender às necessidades de cada modelo de empresa. Veja a lista com algumas das aplicações mais produtivas:

  • Microsoft Azure – plataforma de cloud computing que reduz custos com infraestrutura tecnológica;
  • Dynamics CRM Online – gestão de relacionamento com o cliente e otimização de vendas;
  • Microsoft Power BI – integração inteligente de dados da empresa;
  • Yammer – rede social corporativa entre colaboradores, fornecedores e clientes.

Tendência entre pequenas e médias empresas

Apresentamos alguns pontos importantes sobre o uso de um SaaS, mas você sabe quem mais demanda por esse tipo de solução inovadora? Não há dúvidas de que as PMEs (pequenas e médias empresas) podem extrair o máximo desse uso.

Sobretudo quando existe a necessidade de entregar bons resultados e seguir uma linha de excelência operacional, é imprescindível que os gestores conheçam as vantagens de um SaaS. É uma forma simples e eficiente de aumentar a produtividade, melhorar a gestão do negócio, o relacionamento com o cliente e, consequentemente, reduzir custos.