Implantar um Centro de Serviços Compartilhados (CSC) e garantir que a sua empresa desfrute de todos os benefícios possíveis que o modelo de negócios oferece não é uma tarefa fácil. Porém, é possível tornar esse caminho mais tranquilo, identificando os erros antes que virem um grande problema.

Conheça os erros mais comuns durante o processo de implantação de um CSC e saiba como evitá-los e fazer do seu projeto um sucesso!

Não medir custos ou níveis de serviços antes de mudar para o Centro de Serviços Compartilhados

Sabemos que os serviços compartilhados podem trazer diversos benefícios, como reduzir custos e aumentar a eficiência dos processos dentro de uma organização. Porém, muitas vezes isso é ofuscado pela inabilidade de medir os ganhos que o CSC está trazendo, devido à falta de medição dos custos e dos níveis de serviço lá no início do projeto.

Parece óbvio (se você não sabe de onde veio, como poderá dizer o quão longe chegou?), mas, na pressa de terminar o projeto, muitos acreditam que o CSC será a cura para todos os males da empresa, sem se preocupar em medir se os objetivos de fato estão sendo atingidos.

Não ter nenhum controle de riscos ou fazê-lo incorretamente

Qualquer projeto de qualquer tamanho para implementação de serviços compartilhados tem seus próprios riscos. É de extrema importância estar atento a eles e ter planos de contingência bem elaborados.

A maioria das companhias falha ao não se preocupar com um controle de riscos eficiente, causando um aumento nos custos ou atrasos no projeto de implementação. Essa medida poderá fornecer insights sobre as áreas que precisam ser monitoradas mais de perto, evitando, assim, que pequenos problemas tornem-se maiores.

Não investir em organizational change management

Uma das maiores causas de problemas na hora de implementar um Centro de Serviços Compartilhados é subestimar o change management (no projeto. Esse é o processo que guia como iremos preparar nossa força de trabalho para adotar as mudanças do novo sistema com sucesso.

Não pensar e planejar essa adaptação pode significar que todo o esforço em implementar o CSC seja em vão, visto que os funcionários não estarão engajados com a nova solução ou não entenderão bem como utilizá-la.

Não contratar uma consultoria de qualidade

Não pense que ter seus funcionários trabalhando no projeto vai permitir contratar uma consultoria inexperiente. Uma consultoria que não presta o devido suporte durante o processo, pode ser pior do que não ter contratado nenhuma.

Muitos se esquecem também de que não há uma solução única que sirva para todos. É preciso descobrir quais são as suas necessidades específicas e adequar o CSC à sua empresa, e não o contrário.

Implantar um Centro de Serviços Compartilhados com sucesso pode ser uma tarefa árdua, mas sem dúvidas, se você estiver atento a esses erros e tiver dedicação, esse será um trabalho que irá gerar muitos frutos para a empresa no futuro!

Ainda tem dúvidas de como implementar um Centro de Serviços Compartilhados em sua empresa? Faça uma consultoria gratuita sobre os primeiros passos para implementar um CSC. Inscreva-se gratuitamente!